segunda-feira, 20 de julho de 2009

ALGO QUE ME PREOCUPA...

A DEPRESSÃO PÓS-PARTO
Depois de ler o post da mamã Joana,que acompanho e que gosto muito(http://acegonhacorderosa.blogspot.com/)
... eis que desta vez me deixou pensativa...
Como ela diz :"INSÓNIA VERSUS Depressão pós-parto"-dêem uma olhada-la...
Felizmente /infelizmente sei o que é...há 10 anos quando tive a minha 1ª filha era ma teenager de 20 anitos,que não tinha sequer a família por perto para a ajudar a cuidar ou orientar como tratar daquela bebé tão pekenina...entrei em depressão pós-parto e nunca recorri a ajuda medica,pois o ex na altura tb me ajudava e bastante a cuidar da bebe...valeu me isso...mas nunca a curei nem sabia o que tinha...simplesmente não me interessava muito nas tarefas da bebe...ele é que lhe dava o banho o biberon...eu tb mas era uma sensação de indiferença...fazia porque tinha de fazer...os sintomas foram passando mas simplesmente "adormeceram" cá dentro.
O ano passado derivado ao stress psicológico no trb/pessoais o "bichinho acordou"
Levando me a um estado muito mau! Sentia me muito deprimida só chorava sem razão aparente,isolava me de tudo e de todos,não fazia as coisas com gosto...além de tudo sentia me revoltada comigo propia,queria lutar com este sentimento e não conseguia...Foi mais forte do que eu.
Procurei ajuda medica e consegui aos poucos voltar a ser eu.
Mas com tantas mudanças que se teem reflectido na minha vida estes últimos meses, as atitudes das pessoas,que só me dá vontade de dizer mesmo o que sinto pela hipocrisia que transbordam...da me uma raiva cá dentro...
Até as evito...teem a mania que elas é que sabem que quando o Rodrigo nascer coitadinho por causa do barulho da meninas...ai é que eu fervoooo!
Até parece que são essas pessoas que vão perder as noites! E então ele só tem de se habituar ao ambiente familiar e não ao artificial!
Ando num estado lastimoso...
Sinto me desprotegida, e com algum receio da minha ausência para breve...
Como se não basta se sinto me angustiada ( de novo),talvez por se estar a aproximar o dia...
Amanhã vou há consulta...se tiver coragem (sim ke tb sou assim...deixo andar pois pode passar,pode ser uma fase),falo com a medica...
O local onde trb tb parece ke está a ter alterações...só espero que eu não seja uma das que tb será "alterada"...
Tudo junto dá uma cabecinha a milllll

11 comentários:

Graça disse...

Carmo,
não sabes como entendo cada palavra que escreveste :( :(

Espero do fundo do coração que seja "só" angústia e ansiedade próprias desta fase da gravidez e não seja depressão.
Também tenho muito medo!!!
Coragem... vai tudo correr bem :) Vamos torcer uma pela outra, vamos ? :p :p

Bj grande

Mãe e Pai Borboleta... disse...

Amiga, entendo a tua preocupação porque tambem pensava no mesmo. Mas a unica coisa que te posso dizer é para NÂO PENSARES NISSO...quanto mais pensares pior é. Nas 1ªas semanas do bebé em casa é perfeitamente normal andarmos estoiradas...mas temos de manter a nossa cabecinha sã...!!! O que me ajudou a não ir "abaixo" foi pensar nas coisa maravilhosa que agora tinha nos braços e de como teria de me manter SÃ para poder cuidar dela e ela SOBRETUDO não sentir as "más" vibraçoes que transmitia para ela...SIM, porque eles mesmo embora sejam pequeninos, eles sentem e absorvem as nossas vibrações, estados de espirito, emoções...TUDO!!! Por isso, pensa como eu pensei..."PELA MINHA FILHA, PRECISO DE SER FORTE E ULTRAPASSAR OS MOMENTOS MENOS BONS!"
Ajudei amiga???Espero que sim...porque a mim ajudou! E nem imaginas o que eu li e pesquisei na net sobre este tema...
FORÇA MIUDA!!!! TA?
JOKAS MUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUITO GANDES!

Cegonha2009 disse...

Tanta ansiedade, tanta confusão, tanta gente a meter-se nas nossas vidas... opiniões para tudo! Como te entendo. Não te conheço mas pareces-me alguém bastante forte, talvez mais do que achas que és na realidade e vais ver que vais superar as tuas prórpias expectativas. Nada de nos deixarmos ir abaixo, pelo contrário, pra frente é que é o caminho.
Força e se puder ajudar conta comigo e com o André
Bj

Sofia,Pedro e Joana disse...

Olá linda, eu penso que o fundamental é pensarmos no assunto, sim, mas com peso e medida. Tens uma familia linda e o mais importante é dispormos de uma boa rede de apoio: familia, amigos, quem nos possa apoiar e animar quando nos sentimos em baixo. Porque sim, todas nós, em maior ou menor grau, passamos por isso. Variações hormonais, responsabilidades acrescidas, mudanças radicais de prioridades...enfim, muita, muita coisa para gerir em pouco tempo. No entanto, linda, relembro que se trata apenas de um estudo. Logo, de uma opinião. Como em tudo, certezas não existem!
Beijinhos grandes, Sofia,Pedro e Joana

Sandra disse...

A questão da depressão pós-parto, também é um fantasma que me "atormenta" um bocadinho!
No ínicio da gravidez, por tudo e por nada chorava, mas de um modo geral sempre fui assim, bastante sensivel.
No entanto acho que as pessoas à nossa volta, tem que entender que nós somos fortes, mas... não somos super-mulheres!
Que quando viermos da maternidade, durante uma semana ou duas, as coisas demoram a entrar nos eixos... que a nossa disposição não é a mesma, que as nossas atenções (atenção que estou a falar também do pai!!) são para o bebé.`
E que agradecemos do fundo do coração todos s conselhos que nos queiram dar, mas o nosso instinto vai-nos guiar por onde devemos ir!
Com isto tudo, para dizer... que se lixe se algumas lágrimas e dias menos bens dispostos que vierem a seguir a este turbilhão de sentimentos, não somos de ferro!!!
Jokas
Sandra C.

Liza disse...

Ohh amiga. esse assunto me preocupa bastante.Até pq eu ja tive depressao(nao pós parto)e morro de medo de ter no pós parto ate pq eu andei um pouco deprimida ha uns meses atras.Nossa como eu entendo o q vc escreveu.mas nao se atormente nao, tente relaxar, nao de ouvidos a tudo q o povo te diga.Eu estou fazendo isso, selecionando tudo q me dizem, ate pq quem vai viver a situaçao somos nós.espero q tudo se resolva q vc melhore de animo e que esa angustia passe.E se tiver q chorar chore pq faz bem.Vc tem msn?se precisar conversar te deixo meu msn(ejbsouza@hotmail.com)
beijo feliz semana.

Cátia disse...

Oh querida, não te aflijas!
A idade já é outra. Já és uma mamã mais madura e exzperiente. Vais ver que tudo correrá bem.
Depois tens uma familia maravilhosa, que vai tratar de te ajudar.
Mas não andes angustiada..
Bjokinhas e toca a arrebitar!!!

Morgana disse...

Não, não, não!!! Não te quero mesmo ver assim, mesmo!!! Compreendo os momentos maus e a raiva que certas opiniões infligem, mas tenta não lhes dar ouvidos, ok? Posso não saber nada sobre ser mãe, e não sei mesmo, mas sei distinguir uma óptima mãe quando a vejo...tu!!! Vai correr tudo bem, é só uma fase menos boa que em breve vai passar. Mil beijinhos!!!***

Cláudia - a mama Galinha disse...

Bom dia miga,
Não li o post, pois cabeça é nenhuma como deves calcular, só venho mm dar-te um grande beijinho antes que saias a correr e desejar-te uma hora mm mt pequenina.
beijo grande linda e quando o pilocas nascer da-lhe um beijo aqui da tia blogueira :)

Ce.Oliveira disse...

Oh Carmo compreendo te perfeitamente!!Nao tive nenhuma depressao pos parto porque nunca fui mae!!Mas ja tive duas depressoes!!Uma nao a curei simplesmente...fui deixando, e "passou" a outra foi a bem pouco tempo!!!So queria desaparecer e nao sabia para onde queria ir nao queria estar em Franca nao queria estar em Portugal, nao queria estar na minha casa nao queria estar em casa de ninguem Queria tar com toda a gente e ao mesmo tempo com ninguem!!!Enfim Chorava desesperava nao dormia enfim!!Ao ponto que fui queixar me a medica e ela deu o diagnostico de depressao, receitou me medicamentos aos quais em vez de ajudar ainda fiquei pior e nao consegui terminar o tratamento, entretanto a depressao "passou" outra vez, Mas a dias que me sinto muito em baixo e estar de baixa nao é uma solucao para mim ate porque fico pior dou em tola, e nao tem sido facil para mim habituada a fazer tudo mesmo que o meu corpo nao possa eu fazia, e agora nao posso fazer tudo quanto quero porque nao consigo e tenho o nosso tesouro tao desejado dentro de mim e sei que se tivesse demorado muito tempo a engravidar tinha entrado em depressao novamente!!!
Depois desde que engravidei tive de deixar algumas patroas porque iria estar a prejudicar tb o bebe, e isso apesar de ser algo que queria nao foi facil porque sabia que ia ter imenso tempo a estar em casa e que ia ficar deprimida que acabou mesmo por acontecer!!O facto de quase logo ter sido obrigada a ficar de repouso tb nao foi facil e pensar que nao ia sair de casa porque nao podia foi dificil e acabei por sentir falta do trabalho que estava esgotada mas que estava me a fazer falta porque desde que engravidei eu nao trabalho mas loreio a pebide!!!heheheheh
E sinceramente tenho imenso medo do pos parto!!!Porque nao sei como vou reagir nem como se vai passar!!!Felizmente esta fase de clausura esta a passar e tb entretanto vou de ferias vou ver a familia me Portugal e tudo!!Mas tenh muito medo de voltar a sentir o desespero que senti quando estava depressiva!!!
e a minha capacidade de ouvir calar e nao fazer caso nem de me chatiar com a gravidez isso melhorou muito nao ligo aos comentarios menos bons!!!Tens de tentar nao ligar ao que dizem!!!Nao te faz bem e so te deixa mais em baixo!!!Vais ver que tudo vai correr bem e vais conseguir ultrapassar essa fase sem lhe tocar!!!
Desculpa o testamento!!!heheheheh
Beijinhos

Sandra e Afonso disse...

Olá Carmo!
Que ânimo é esse, pá?

Ora faz favor de arrebitar, sim?

Olha, eu tive depressão pós-parto, chorei imenso, e mais tinha familia e amigos à minha volta, no meu ver até de mais...
Depois em conversa com a minha Ginecologista, ela explicou que é mais normal a mulher sofrer de depressão pós-parto, do que anormal...

Eu lembro-me de chorar, simplesmente por olhar o meu filho...

Sabes, que nós ficamos sempre mais sensíveis, vivemos as coisas sempre com muita entrega, e às vezes magoamos-nos com coisas que para os outros são insignificantes...

É bom sabermos pelo que estamos a passar, e tentar compreender o porquê...

Quanto ao que te dizem, p.f. não ligues e faz como a minha avó diz, faz "orelhas moucas".
Já és mamã de 2 meninas, e agora vais ter o Rodrigo, por isso, ninguém melhor do que tu sabe o que é melhor para esse bebé.

Beijo!

Sandra