segunda-feira, 11 de maio de 2009

CRISMADOS E SEREM CASADOS???





Pois é foi isso mesmo que a minha irmã me disse
:(
Como não somos casados que se calhar não podia mos baptizar o Rodrigo,e ela como não tem o crisma...tb n~~ao podia ser madrinha.
Fiquei tão :( mas vou averiguar em todas as capelinhas,mas se não queremos casar, é + 1 forma de gastar dinheiro,e tudo não passa dum papel assinado,não que já não tenhamos pensado em tal ,mas por obrigação então é que não mesmo!Sermos crismados,a ultima fase do catecismo...eu não tenho e o pai nem a 1ªcomunhão! Que me podem dizer sobre o assunto?

8 comentários:

Sarita disse...

Olha linda, isso depende do padre. Há padres que exigem essas coisas todas, outros pelo contrario nao exigem nada. Eu falo pelo da minha freguesia. Não quer saber se os pais são casados, se tem crisma ou nao. Se os padrinhos sao crismados ou se têm comunhão. Mas verdade seja dita, ele é um porreiro. Eu nesse caso tou super descansada.

Boa sorte

Beijinhos

Anokax disse...

Olha isso muda de padre para padre!! Eu vou batizar a minha ao montijo ! Aqui nao deixavam ser madrinha porque eu era divorciada!!! Entao a minha irma batizou a minha afilhada no Montijo e fomos 4 padrinhos, 2 divorciados e 1 nao era casado e o outro nem batizado era!!! muda muito e olha a minha pipoca tambm vai ter 4 padrinhos e vai ser lá!!!!
Beijocas

Sandra e Afonso disse...

Olá Carmo!
Olha, há padres que fazem essas exigências... mas se procurares bem, vais encontrar de certeza um que não te levante problemas, podes é ter que fazer o baptizado numa outra freguesia...
A meu ver, desde que os pais manifestem vontade em baptizar os filhotes, essas exigências não fazem sentido (essas e outras)...
Beijo!

Sandra

Bosque das Fadas disse...

Olá,

Ainda à pouco comentava noutro blog sobre o assunto, estou com o mesmo problema para o batizado tb descobri q pessoas divorciadas ñ podem ser madrinhas, é uma enorme descreminação se ñ conseguir vou ter q arranjar outra madrinha, a minha vontade era já de nem batizar o Gonçalo.
Talvez varie de padre para padre, se assim for vou correr as igrejas todas, gostava mt q fosse o padre q nos casou e na mesma igreja...
Beijinhos

Rita disse...

Olha nao sei...eu acho que nao se pode baptizar se nao fores baptizada. Sei la, tanta regra parva que uma pessoa ja nem sabe para que lado se ha-de virar! lol.

Beijinhos

disse...

ola mama!
eu tenho tres afilhados e so tenho a primeira comunhao.da primeira vez o padre nao disse nada,da segunda e terceira parece que tinha de ter o crisma mas como o padrinho tinha entao ja deu!
nao precisamos de ser casados para batizar um filho,vou a um batizado no domingo e os pais estao juntos,a mae é divorciada...por isso tudo depende dos padres e da maneira como falamos para eles.
mais vale mudar de igreja do que de madrinha...
como foi com as tuas filhotas?
beijinhos grandes.

Goblin disse...

Olá,
Costumo seguir o blogue, mas nunca comento. Hoje despertou-me a atenção este post. Confesso que compreendo os dois lados, o nosso e o dos padres (alguns! há uns que exageram!) No meu caso por exemplo, fui mãe solteira aos 19 anos, o pai do meu filho é de origens muçulmanas, separei-me dele e nunca mais houve contacto, quando foi para o baptizar havia esse problema, eu não tenho sequer a 1ª comunhão, não era casada e o pai era filho de muçulmano.. todas as paroquias recusaram o baptismo ao meu filho.. até encontrar o Padre da paroquia da Ericeira! Senhor 5 estrelas, humano e atencioso, que me disse que se o pai não estava paciência, se a minha opção para o meu filho era baptiza-lo pela igreja católica, então ele era muito bem vindo na casa de Deus! e assim foi!! Entretanto casei-me, uns anos mais tarde, tive uma filha, e o ano passado baptizei-a, quanto a nós pais não havia problema, eramos casados pela igreja logo não precisava mais nada, quanto aos padrinhos o caso era outro, escolhi-os e se não fossem eles, não era ninguém, não tinham 1ª comunhão, nem crisma, e vivem em comunhão de facto com os respectivos companheiros.. não foi facil, mas resolveu-se, com mais um Padre que realmente boa Pessoa da Igreja de Santa Catarina em Lisboa, na Calçada do Combro que se deslocou à Igreja da zona da minha casa. Happy End!! :o))
Posso dizer que entendo o que eles dizem, que se não querem a 1ª comunhão nem casarem pela igreja, então não são catolicos porque querem o baptismo? é verdade, mas nem sempre é tão linear... mas pronto, é o que temos!
Posso aconselhar-te a escreveres para o Patriarcado, Pde. Jardim Gonçalves - gab.patriarca@patriarcado-lisboa.pt, o Padre Jardim Gonçalves é um querido.
bem.. grande testamento.. espero ter ajudado...
Beijinhos

monica graça disse...

Estou com dificuldade em batizar o meu filho porque só fui batizada e sou só casada pelo civil e o meu marido não é batizado e os padrinhos não têm comunhão sou da zona de Setúbal alguém conhece alguma igreja que não exija nada para eu poder deslocar-me até lá obrigado